.arquivo

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008
Lisboa Mágica

Cada vez gosto mais de viver no centro desta cidade! Num ano a minha qualidade de vida subiu em flecha. Acabaram as horas perdidas metido no carro, ou em transportes públicos, nas idas e vindas do trabalho.

Chegar ao trabalho, a pé, em 15 minutos não é para todos, eu sei, mas sabe muito bem!!

 

Hoje e ontem, depois de sair do emprego, meti-me no metro para a baixa (3 paragens) e estive a ver os espectáculos de magia que a Câmara preparou para nós, com a ajuda do Luís de Matos.

Vi alguns bons momentos de magia, pessoas divertidas, muito público, um fim de tarde de verão em grande.

 

Quem viver em Lisboa não perca a oportunidade de ir espreitar... é só até domingo.

 

(Aproveito a oportunidade para mandar um grande beijinho à Grilinha e desejar-lhe rápidas melhoras das maleitas que a afligem)

publicado por dragaobranco às 22:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 23 de Agosto de 2008
waaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaall.e!!!

 

Ontem fui ver mais um filme espantoso da Pixar.

 

Uma história de amor hilariante e comovente que nos prende do início ao fim. Vale bem a pena sair de casa e ir ao cinema ver esta pequena obra de arte.

 

A Pixar vai-nos habituando  a grandes filmes de animação para miúdos e graúdos e também a uma série de pequenas metragens que passam sempre antes do filme principal. Já são várias e não sei dizer qual delas a melhor.

Acho que a que gosto mais é a do Knick Knack, o boneco de neve dentro duma redoma de vidro que quer ir ter com a bela boneca, com uma formidável banda sonora com o Bobby McFerrin.

 

O que acompanha este novo filme também é muito bom e podem vê-lo, na íntegra, aqui.

 

publicado por dragaobranco às 23:30
link do post | comentar | favorito
Pior que dizer mal do Sr. Árbitro

é dizer que "fiquei em 2º mas sou o melhor do mundo"...

 

é precisa muita dor de cotovêlo 

 

Mas o nosso Nélson respondeu-lhe à altura... o tipo que vá pentear macacos...

 

 

publicado por dragaobranco às 01:52
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008
Saltar para o infinito!

 

CAMPEÃO OLÍMPICO!!!

 

PARABÉNS NELSON!!

publicado por dragaobranco às 19:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008
E se...

 

ela se chamasse Maria Albertina também ganhava uma medalha de prata?

 

 

 

 

 

Parabéns, Vanessa!

 

 

 

 

publicado por dragaobranco às 21:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 12 de Agosto de 2008
Gostava de ter escrito isto

 

Acerca do mediático Phelps já tinha pensado em coisas semelhantes a estas:

 

"O mundo mediático está suspenso do número de medalhas que Phelps vai obter em Pequim.
O norte-americano Michael Phelps juntou-se, esta terça-feira, aos grandes nomes do desporto olímpico ao conquistar a sua nona medalha olímpica da carreira, após o triunfo conquistado nos 200 metros livres.
Phelps, que participa em mais duas finais olímpicas na quarta-feira, igualou o número de medalhas olímpicas conquistadas pelos atletas Carl Lewis e Paarvo Nuurmi, pela ginasta Larysa Latynina e pelo nadador Mark Spitz. Mas Phelps e Spitz, ao contrário dos outros, não tiveram que se esfalfar durante uma longa carreira olímpica para atingir esses resultados.
Não ponho em causa a qualidade do atleta mas sim o tratamento dado à natação em termos do número medalhas olímpicas atribuídas contemplando os vários estilos de natação. É como se no atletismo houvesse, para além dos 100 metros "normais", os 100 metros "às arrecuas", os 100 metros "ao pé cochinho" e os 100 metros "com as mãos nos bolsos"."

Adorei imaginar o Obikwelu a correr os 100m com as mãos nos bolsos  ou ao pé cochinho

 

Fora de brincadeiras: realmente é de pensar se não haverá qualquer coisa errada quando um tipo pode sair duma competição deste teor com 8 medalhas no bucho. Um corredor de atletismo poderá sair, na melhor das hipóteses, com três ou quatro... o que penso nunca terá acontecido.

Que o Phelps é bom, é... que mereça 8 medalhas já é outra conversa...

 

Se viram a prova dos 4x100m puderam constatar que o Phelps pouco ou nada fez pela vitória e que esta se deveu sobretudo ao último nadador (Jason Lezak). Esse sim merecia até 2 medalhas: a dele e a do companheiro Phelps.

publicado por dragaobranco às 23:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 10 de Agosto de 2008
A culpa foi do árbitro

Custa-me bastante ouvir desportistas, seja em que desporto for, a dizer a frase acima quando perdem... mesmo quando, por algum motivo, até têm razão. É uma tremenda falta de fair-play.

 

Nota zero para qualquer um que se "desculpe" com aquilo.

publicado por dragaobranco às 13:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 2 de Agosto de 2008
O Mistério da Catarina

Nas minhas idas e vindas por Lisboa passo muitas vezes no chamado "Paço da Rainha" ali ao lado da Campo Santana.

 

À frente do Palácio da Bemposta, hoje ocupado pela Academia Militar, está um busto de Catarina de Bragança, Rainha de Inglaterra entre 1662 e 1685. A maior parte das pessoas não conhece este personagem da nossa história nem sabe que ela chegou a ser regente durante o reinado do irmão D. Pedro II, sendo ambos filhos do rei D. João IV.

 

Pelo que diz a placa, aquele pequeno busto foi uma oferta da rainha Isabel II. Não sei se à cidade ou se a Portugal.

Foi posto naquele local porque, imagino eu, o palácio foi construido quando esta rainha voltou de Inglaterra, depois de enviuvar de Carlos II com quem tinha casado, e era o local onde a Catarina de Bragança vivia e onde tratava de todos os negócios do estado das duas vezes em que foi regente do reino.

 

Não me parece que tenha sido assim um personagem muito importante na nossa história, nem na inglesa. Como diz a wikipédia: "D. Catarina não foi uma rainha popular na Inglaterra por ser católica, o que a impediu de ser coroada. Sem posteridade, deixou pelo menos à Inglaterra a geléia de laranja, o hábito de beber chá, além de lá ter introduzido o uso dos talheres e do tabaco... A sua responsabilidade pela introdução do chá é disputada já que já no ano de 1657, Thomas Garraway o vendia na sua loja de café em Londres na Exchange Alley. Isto aconteceu num período em que a East India Company o estava a vender abaixo dos preços dos Holandeses e o anunciava como uma panaceia para a apoplexia, catarro, cólica, tuberculose, tonturas, epilepsia, pedra, letargia, enxaquecas, parálise e vertigem."

 

Resultado: nem lhe reconhecem a certeza de ter introduzido o costume do chá das cinco...

 

Acontece que sempre que passo no Paço vejo uma flor sempre viçosa colocada nas mãos da rainha.

A minha pergunta é: quem será a/o responsável por este costume?

Seja quem for deve ter uma grande devoção por este personagem quase desconhecido...


Que fica bonito, fica. E eu até gosto de ver...

publicado por dragaobranco às 20:17
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
.pesquisar
 
.contacto
dragaob(at)gmail.com
.posts recentes

. Ouvintes invisuais

. Saudades

. Privatizar os lucros e Na...

. Nosfell

. Hoje é um dia triste

. Lisboa Mágica

. waaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

. Pior que dizer mal do Sr....

. Saltar para o infinito!

. E se...

.ligações