.arquivo

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Terça-feira, 12 de Agosto de 2008
Gostava de ter escrito isto

 

Acerca do mediático Phelps já tinha pensado em coisas semelhantes a estas:

 

"O mundo mediático está suspenso do número de medalhas que Phelps vai obter em Pequim.
O norte-americano Michael Phelps juntou-se, esta terça-feira, aos grandes nomes do desporto olímpico ao conquistar a sua nona medalha olímpica da carreira, após o triunfo conquistado nos 200 metros livres.
Phelps, que participa em mais duas finais olímpicas na quarta-feira, igualou o número de medalhas olímpicas conquistadas pelos atletas Carl Lewis e Paarvo Nuurmi, pela ginasta Larysa Latynina e pelo nadador Mark Spitz. Mas Phelps e Spitz, ao contrário dos outros, não tiveram que se esfalfar durante uma longa carreira olímpica para atingir esses resultados.
Não ponho em causa a qualidade do atleta mas sim o tratamento dado à natação em termos do número medalhas olímpicas atribuídas contemplando os vários estilos de natação. É como se no atletismo houvesse, para além dos 100 metros "normais", os 100 metros "às arrecuas", os 100 metros "ao pé cochinho" e os 100 metros "com as mãos nos bolsos"."

Adorei imaginar o Obikwelu a correr os 100m com as mãos nos bolsos  ou ao pé cochinho

 

Fora de brincadeiras: realmente é de pensar se não haverá qualquer coisa errada quando um tipo pode sair duma competição deste teor com 8 medalhas no bucho. Um corredor de atletismo poderá sair, na melhor das hipóteses, com três ou quatro... o que penso nunca terá acontecido.

Que o Phelps é bom, é... que mereça 8 medalhas já é outra conversa...

 

Se viram a prova dos 4x100m puderam constatar que o Phelps pouco ou nada fez pela vitória e que esta se deveu sobretudo ao último nadador (Jason Lezak). Esse sim merecia até 2 medalhas: a dele e a do companheiro Phelps.

publicado por dragaobranco às 23:41
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Patroa a 14 de Agosto de 2008 às 12:30
Ora bem, tenho anddo a pensar a mesmíssima coisa, Bichinho. Que raiva! O gajo até se dá ao luxo de escolher as provas. Merecia as medalhas se tivesse entrado em todas, mas em bruços, por exemplo, deu-se ao luxo de ficar a descançar. Não, por mim não merece. E as chinesas na ginástica desportiva e saltos sincronizados? E o que fizeram à menina que cantou tão bem? Mandaram uma boneca prá frente e a artista da voz de cristal ficou na gravação...queres que diga mais alguma coisa? Por isso ainda não escrevi nada sobre os jogos...
Bêjes!

M-V.
De Patroa a 18 de Agosto de 2008 às 20:22
Bichinho, o rapaz lá levou as oito, pelo menos sabemos que este não se afoga, teve uma ajudinha preciosa dos outros. Tenho uma sensação de estranheza relativamente a estes jogos olímpicos. Escreveste, daquela vez sobre as queixas relativamente às arbitragens, que até a nossa judoca (não me recordo o nome, as m/ desculpas) tinha dado a entender que os árbitros penderam para as chinesas. Até àquela altura não me tinha apercebido bem, mas depois destes 3 dias em casa em que papei JO's até não querer mais, fui-me recordando de várias coisas, muitas delas nos saltos de trampolim, depois no judo, e depois mais tarde nas finais de ginástica desportiva por aparelhos (all-around e individuais). Aquilo que me recordo deixa-me desconfortável, pois vi, p.exp. chinesas a fazerem um último salto de trampolim tipo "la gardère" porque já estava no papo. Então a sincronia não é avaliada até ao final? Não há brio naquelas meninas? Bem, e fico-me por aqui, porque lembro-me de coisas parecidas na gisnástica.
Que "estranhos" que são estes jogos...!

M.V.

Comentar post

.pesquisar
 
.contacto
dragaob(at)gmail.com
.citação do dia
.posts recentes

. Ouvintes invisuais

. Saudades

. Privatizar os lucros e Na...

. Nosfell

. Hoje é um dia triste

. Lisboa Mágica

. waaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

. Pior que dizer mal do Sr....

. Saltar para o infinito!

. E se...

.ligações
.tracker
eXTReMe Tracker